É estranha a psicodelia das pessoas

De pessoas.

Ser uma pessoa.

Um momento sobe, noutro desce.

Cá estava eu pensando numa que dorme e acorda adoecida,

noutro vejo uma que pensa em pescar camarões no ralo.

A cidade de rapida mudança,

de produção de cultura rapida,

progressiva e aglomerada.

Sinto uma impressão… uma feita sobre minha mente.

“Ce ne sont pas me gestes que j’ecris, c’est moi, c’est mon essence” – Montaigne

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s