Unkz não é vermelho.

Eu que sou

Eu que tenho essa vontade de socar essas merdas na cara

E eu que tenho vontade de gritar quando estou com raiva

Eu que sou aquela pessoa que carrega opinião

Eu sou o que tem a linha do pensar

Eu sou quem precisa lá aparecer

E não um CARALHO de imagem minha

Eu sou o que quer brigar por tudo isso

De saber quem sou nesse mundo que estamos

Eu sou o cara que tomou a decisão de fazer arquitetura.

UNKZ é uma imagem.

Eu sou o objeto

Eu que sou a pessoa que não para de falar e que só quer continuar balbuciando quando fala sobre algo que gosta

Eu sou quem sabe sorrir num dia de chuva

Assim como fui eu quem viu, recebeu, leu e fez todas aquelas coisas. Eu fiz muito. Eu fiz muito, eu sou muito.

Eu não sou um ser que se empurra pra debaixo do tapete

Eu sou alguém que só quer.. alguem por perto.

SÓ ISSO.

TA DIFICIL?

ENTÃO PRA PUTA QUE O PARIU, e que essa minha angustia, essa minha chama queime esse traço de dificuldade que você chama de…

ser.

Advertisements

Quando a cabeça doi e preciso sair de mim.

My mind is overloaded with thoughts and feelings I thought I could no longer feel nor conceive.

My head is bursting along with this aching feeling that wishes to blow it all up and make things be ok.

I am hurting while I see everything around me so calm and mellow.

Calmness… is a fallacy.

There are several faces to an object, as there are to life. And when I get to think about it I feel warmth. All this warmth around me, along with… this walking mess.

I can no longer assure myself to be me. I know there are two inside me, however neither may be appointed as I.

IT FEELS LIKE A BURNING, SOMETIMES WANING, BUT MOSTLY CONSTANT

Fire of my thoughts.

Flame with which I show

And with which I shall consume.

Eu estou fugindo de algo dentro de mim que não vejo há muito.

Esse algo… me deixa descontrolado.

Esse algo se apodera e me tira de quem sou.

Esse algo me faz ser uma possibilidade minha que rejeitei

Esse algo… eu não sei se ele deve sair.

Pois tenho medo que eu saia.

Eu sou Pedro.

Eu sou uma pessoa frágil.

Uma pessoa que precisa de gente por perto

Alguém que quer dar risadas

Quer gente querida a sua volta

Quer descobrir mais sobre si mesmo

Quer descobrir mais sobre o mundo a sua volta

Quer se sentir menos estranho perto de outros

Quer conseguir se conectar com alguém num nível sentimental

Quer o bem de sua família e pessoas que ama.

E quer alguém com quem se entenda.

Quer alguem com quem… o entenda.

E mais: quero entender você.

Pedro.

Estou catatônico.

E estou me sentindo só.

Eu te quero de volta.

Unkz

I’ve scared her off.

I don’t think that’s what I intended, nor what I wished for with my speech.

However… I’m somewhat glad I can have this impact.

This influence over someone.

But we just can’t leave it at that, right?

We should ease her back, and see what happens.

It’s not like I’m summoning and welding her to me.

Just expressed myself.

And now I want her to do the same.

Just express herself.

Eu percebo uma força nessa minha persona.

É algo que empodera, e é um tanto overwhelming para muitos.

O Pedro é muito de muito.

Estranhamente… pensava antes que Unkz era uma adesão ao alcance do Pedro.

Mas aparentemente, ele atua como filtro?

Quem é Pedro?

Arrogante

Livre

Snarky

Calmo

Quente

Firme

Estranho

Sozinho

Bravo

Corajoso

Orgulhoso

Independente

Inseguro emocionalmente

Seguro metodicamente

Pensativo

Expansivo

E muito.

Muito…

carente.

Quando eu penso no Pedro, lembro de memórias dele sozinho.

Sempre sozinho.

Por que sempre acabo me colocando nessa posição?

Por que me vejo como alguém que é incapaz de tocar alguem e deixar ser tocado?

Quando lembro dessas memórias, Unkz queima. Ele tenta me consolar, e me dizer do contrário em várias situações.

Mas Unkz é Unkz,

Pedro é Pedro.

Pedro tem memorias de solidão.

Pedro tem pouco contato com pessoas

Pedro tem um humor de cunho muito pesado

Pedro é arrogante.

Pedro é doce.

Pedro é silencioso

Pedro é solene

Pedro é sereno

Pedro é bravo

Pedro é corajoso

Pedro é rígido

Unkz é líquido

Pedro é pensativo

Pedro é standalone.

Marasmo.

Estou além

do corpo,

Aquém de mim

E para além de você.

Cordas que tensionam, outras que soltam.

Mas eu não estou aqui.

Não estou.

Estou nisso sem estar presente.

Como falo com você?

Como te alcanço?

Te vejo, mas não te escuto.

Cade você?